PSN: um mundo de possibilidades.

Olá gamers! E aí, já se conectou à realidade virtual hoje? Se você é um gamer “das antigas”, com certeza já notou que a experiência de jogar um jogo de videogame mudou bastante com o passar do tempo. Sim, estamos cada vez mais conectados. Bem, pelo menos virtualmente. Aqueles filmes de ficção científica da década de 80 já não são realidades tão distantes da nossa, verdade, ainda não podemos voltar no tempo, mas em termos de tecnologia no mundo dos games, acho que estamos muito bem servidos. Definitivamente os gráficos e a qualidade dos jogos atuais são bem mais sofisticados do que o jogo que o Elijah Wood estava jogando naquela cena de De volta para o futuro II e que “retratava” o ano de 2015. Pontos para gente! E para os desenvolvedores de jogos, claro.

Nesse cenário de avanços, a Playstation Network (PSN) é um mundo de possibilidades para o anseio voraz dos gamers, além de ser é claro, o futuro. Presta atenção nesse dado aqui: as vendas digitais já representam 74% do volume total de vendas dos jogos. Esse número vem crescendo ano após ano desde a criação das plataformas digitais.

E o que isso significa? Será que os jogos físicos irão parar de ser comercializados? Por hora, tudo indica que não, apesar do número crescente de aquisições digitais, os jogos físicos ainda têm um espaço no coração dos gamers. Além de servir como moeda de troca, por exemplo, ainda tem os colecionadores e sua “caça nostálgica”.

Como sabemos a PSN é um mundo, uma rede virtual que oferece inúmeros serviços para seus usuários, dentre eles está a Playstation Store e o Playstation Plus. O Playstation Plus é um serviço pago que dá direito aos seus usuários serviços adicionais aos que são disponíveis na PlayStation Network, tais como: downloads gratuitos de jogos, o serviço nuvem, que permite ao utilizador fazer backup online do progresso dos jogos, atualizações, expansões e demos e betas especiais não disponíveis para o público geral da PlayStation Network. Uma informação importante, para usuários do Playstation 4, passou a ser obrigatória a assinatura do Playstation Plus para poder jogar on-line.

Agora vamos falar da Playstation Store. Sim, é uma loja virtual, portanto funciona como tal, mas o que se tem discutido é o papel mais direto que ela tem na criação e produção de alguns jogos. Como assim? Simples, pela logística. Lançar jogos de forma digital custa menos do que lançar um jogo de forma física. O que é um ótimo ingrediente para a criatividade e a ousadia, já que as produtoras recebem menos verba para criar seus jogos. E no final, o preço desse jogo será menor também. O que é bom para o bolso dos gamers. Em um mercado saturado com franquias bem parecidas, a Playstation Store acabou se tornando um reduto para jogos criativos e diferentes.

E por último, mas não menos importante: Como efetuar compras sem cartão de crédito? Muitos usuários tiveram alguns problemas com o uso de cartão, por motivos que vão de “oscilação do dólar” e consequente bloqueio das operadoras de cartão de crédito por isso, até os mais pessoais, como por exemplo, ter que usar o cartão de crédito dos pais, já que muitos gamers são adolescentes menores de idade. Enfim, qualquer que seja o motivo, não há razão para deixar de efetuar compras na Playstation Store por causa do cartão de crédito. Como proceder então? Basta obter um PSN Card. O PSN Card está disponível nas principais lojas que comercializam produtos de informática e tecnologia em geral. Atrás do PSN Card tem um número com 12 dígitos. Na Playstation Store, na opção “resgatar códigos”, o usuário irá digitar o número que se encontra atrás do PSN Card e pronto, ele terá créditos para fazer suas compras on-line. Inclusive, esse crédito pode ser usado para pagar o Playstation Plus, caso o usuário deseje.

Nota final: fazendo justiça, o mundo futurístico ficcional de de volta para o futuro II tem um skate voador maneiríssimo. Isso nós não temos, ainda.